Sobre Vulnerabilidade

Durante o Guerreiros Sem Armas 2015 - Jogo do Nhanderekó <3
Foto: Instituto Elos/Alyson Montrezol – Durante o Guerreiros Sem Armas 2015, no Jogo do Nhanderekó ❤

Vulnerabilidade pra mim é… mostrar quem você é, com toda sua essência, todas as imperfeições, mesmo com medo do que virá de volta. É quando você dança desajeitado em público, e cai (presente o/), ou quando você escreve num blog, ou fala em público, ou ainda quando você diz que ama alguém…

O que todos os seres humanos mais querem é serem amados. E essas situações acima, e milhões de outras, nos deixam com medo de nos sentirmos rejeitados, com vergonha, e por isso são posições vulneráveis.

Podemos passar a vida inteira tentando fugir de situações desse tipo (e ainda assim nunca vamos conseguir totalmente), ou podemos ter a coragem de viver plenamente tudo o que somos. Vulneráveis, imperfeitos, enfrentando a cada momento nossos medos, essas vozinhas que nos dizem que não somos dignos de amor. Somos todos dignos de amor, principalmente o amor próprio, compaixão com a gente mesmo.

O caminho da vulnerabilidade é cheio de momentos em que acontece SIM aquilo que a gente mais teme… Alguém ri da nossa cara, nos ridiculariza, ou aponta os nossos erros sem tato algum, e tudo isso dói. Mas também é por esse caminho que acontecem as coisas mais incríveis da nossa vida, que crescemos, nos sentimos corajosos, recebemos admiração, aplausos, e até quando recebemos vaias, temos a oportunidade de receber compaixão e amor de nós mesmos e de outras pessoas. Os momentos de acolhimento após “tudo dar errado” formam conexões preciosas.

Sem perceber, ao longo da vida, fui me tornando uma fugitiva de situações de vulnerabilidade, e só percebi isso quando vi Brené Brown falar em seus dois TED talks, e comecei a ler um de seus livros – A Coragem de Ser imperfeito (ela tem ainda outro livro chamado A Arte da imperfeição, que vou ler depois). Saber mais sobre isso me fez tentar reverter a fuga, e olha, não é fácil…

Neste exato momento estou sendo ultra corajosa, porque estou escrevendo isso e vou postar, e vou escrever outras coisas neste blog… Já pensou que loucura? Eu já tive 4 ou 5 blogs, parei todos por bloqueios diversos. Ainda tenho medo de deixar passar erros muito feios de português, ou outros erros (se você achar algum, me fala?). Essas são algumas coisas que ficam martelando na cabeça (impressionante como só colocar pra fora já fez perderem a força). Aí que mesmo esses boicotes internos ainda existindo, sabe de uma coisa? Tenho tanto pra compartilhar!

Acredito que a gente ganha a vida e o melhor que a gente pode oferecer em troca é a expressão da nossa essência. 

Eis então mais uma forma de expressão da minha essência.

Convido você a também abraçar a vulnerabilidade e a busca de viver plenamente.

(é uma sensação bem boa, e parabéns pela coragem).

Taís.

Advertisements

3 thoughts on “Sobre Vulnerabilidade

  1. Que felicidade, que emoçãaaaao!!!

    Que bom q vc voltou a escrever, e obg por já começar com um post assim, inspirador!

    Amei, amei muito. Obrigada de coração e já quero voltar a escrever também, mesmo com medo 🙂

    Bjos! Sucesso!

    Liked by 1 person

  2. Taís, esse primeiro post ficou muito bom! Como Lu falou, realmente inspirador. Eu já tinha visto esse Ted Talk da Brené Brown, mas pelo visto preciso ver de novo… Quero voltar a postar com frequência no blog, e me permitir ser mais vulnerável em outras situações da vida também. Espero que dê tudo certo com essa sua nova empreitada! :*

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s